segunda-feira, 15 de março de 2010

O que não tem explicação


Ela sabia que precisava dele.
Pelo menos naquela noite chuvosa e sem grandes esperanças.
Mas tinha medo da compulsão.
De querer ele sempre e sempre e pra sempre.
E amanhã e depois.
E de dia, e tarde, de madrugada.
E não saber digerir tanto amor e tanto amor
acabar lhe fazendo mal.
Só mais um pouquinho, pensou.
Uma lasquinha. Pra dormir feliz.
Amanhã era amanhã.Depois ela resolvia...

Tati Bernardi

Beeijos da Fran!

5 comentários:

  1. Que lindoooo

    A foto é de vcs mesmo??

    ResponderExcluir
  2. Sabe que eu penso isso todo dia? Mas acaba que essa ''lasquinha'' acaba querendo se tornar ''a vida inteira'', haha.
    Tati manja, fala sério! Post lindo :)

    Beijos.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, espero que tenha gostado e volte sempre...